Papa depede-se da Grécia, concluindo sua 35ª Viagem Apostólica

Às 10:58, o voo com Francisco decolou do Aeroporto Internacional de Atenas. Após breve encontro com o Ministro das Relações Exteriores da Grécia, as saudações às Delegações e embarque no vôo A320neo / Egeu com o qual retornará a Roma

Antonella Palermo - Cidade do Vaticano

O Pontífice deixa as terras helênicas, umas das etapas de sua 35ª Viagem Apostólica, que incluiu também Chipre. O traslado de Atenas ao aeroporto de Roma Ciampino levará pouco mais de duas horas. Durante o vôo, está agendada a habitual coletiva de imprensa com os jornalistas a bordo que acompanharam a visita papal.

O tapete vermelho, o entusiasmo do povo grego, com a memória dos rostos maravilhados e felizes dos imigrantes que colorem uma sociedade composta de humanidade ferida, mas que recebeu o conforto da comunidade eclesial universal.

O encontro com os jovens do Colégio São Dionísio das Irmãs Ursulinas de Atenas selou um caminho que quis dar impulso às novas gerações que lutam por um futuro marcado por incertezas e medos.

A esperança e o entusiasmo expressos nas palavras do Papa são a herança humana e espiritual do Sucessor de Pedro, que tocou nas chagas das populações cipriota e grega, bem como de todos aqueles que embarcam no que chamou de "odisseia moderna", as migrações em busca de um futuro de felicidade e de uma vida digna negada em países em guerra e onde o êxodo parece ser a única forma de salvação.

No contexto de uma viagem marcada pelo diálogo ecumênico tão crucial nestas terras, se compõe mais uma peça de um magistério que quer construir pontes e abraçar os povos em um estilo de fraternidade baseada no Evangelho.

Categoria:TV e Cinema